Hoje em dia, muitas pessoas ainda relutam em iniciar o tratamento ortodôntico por motivos estéticos. Principalmente adultos. Os pacientes acham que não “fica bem” um adulto com aparelho metálico, que é antiestético, fica feio, etc. Pensando nisso, os fabricantes de aparelhos ortodôntico vêm pesquisando e buscando soluções cada vez mais criativas e modernas, lançando brackets altamente estéticos, que muitas vezes tornam o aparelho ortodôntico praticamente imperceptível. E, cada vez mais, os pacientes desejam este tipo de aparelho. Existem hoje no mercado, basicamente, três tipos de materiais estéticos com que os brackets podem ser construídos: os compósitos, a cerâmica e a safira.
Aparelho metálico vs. estético

Compósitos

As peças feitas de compósitos são as de entrada na Ortodontia Estética. São brackets feitos em polímeros especiais, geralmente o Poliuretano. Sua principal vantagem é o custo, bem infeiror aos outros materiais. Porém, o resultado estético é limitado, pois mancham com muita facilidade, além de serem relativamente frágeis, pois frequentemente amassam ou ficam distorcidos, principalmente devido às forças mastigatórias. Alguns fabricantes adicionam metal no slot do bracket, o que os tornam um pouco mais resistentes e diminui o atrito com o arco, mas compromete ainda mais a estética.

Cerâmica

A cerâmica é o material mais difundido na construção de brackets estéticos. Há alguns anos, também era comum adicionar metal no slot para diminuir o atrito com o fio, mas as tecnologias mais recentes melhoraram muito a confecção destas peças, criando superfícies super polidas, mais difíceis de manchar e que trazem maior conforto ao paciente, com bordas arredondadas e perfil baixo. O preferido por nós é o InVu, da TP Orthodontics. Outras marcas de grande qualidade são o Mysthique (GAC Ortho), Reflections (Ortho Technology), 20/40 (American Ortho) e o Signature III (Rocky Mountain Orthodontics). No mercado doméstico, destaca-se o o bracket da Orthometric, chamado ICEram. Essa variedade é resultado da corrida que os grandes fabricantes travam para confeccionar o melhor bracket. E quem ganha com isso é o paciente. Ormco e GAC estão um pouco adiante, pois aliaram a estética da cerâmica à funcionalidade dos aparelhos autoligados.

Safira

Essa é a última palavra em materiais para aparelhos ortodônticos estéticos. A safira monocristalina oferece os maiores índices de translucidez, resultando num bracket transparente e que não mancha no decorrer do tratamento, além de serem resistentes às fraturas. Os representantes dessa classe de aparelhos são o Inspire Ice (Ormco), o Radiance (American Orthodontics) e o Pure (Ortho Technology)