Vamos falar sobre algo que, com certeza, você já ouviu falar e teve alguma dúvida a respeito: o clareamento dental. Quem não deseja ter os dentes claros e brilhantes? Com certeza nossa auto-estima aumenta bastante e temos mais motivos para mostrar nosso sorriso quando temos nossos dentes claros, não é mesmo?

Bem, hoje em dia, existem duas maneiras distintas (ou a combinação delas) de se clarear os dentes: o método caseiro e o feito no consultório. Ambos funcionam sob o mesmo princípio: a substância clareadora é um superóxido, que libera uma grande quantidade de oxigênio. Este oxigênio “quebra” as moléculas de corante, promovendo a eliminação destas moléculas. Vamos detalhar o funcionamento de cada um dos sistemas para que você possa entender as diferenças entre eles.

No clareamento caseiro, fazemos uma moldagem dos seus dentes e, sobre o modelo de gesso obtido, construiremos uma moldeira (é como se fosse uma “capa” para os dentes) de silicone ou acetato. Você leva essa moldeira para casa, juntamente com o gel clareador, que pode ser peróxido de carbamida 10%, peróxido de carbamida 16% ou ainda peróxido de hidrogênio 6%.

Antes de dormir, após a higiene dental, o gel será colocado na moldeira, que será então encaixada nos dentes. A substância atuará, portanto durante o seu sono. Existe uma opção em que o clareamento pode ser feito durante o dia, com duração de aproximadamente 1 hora. Neste caso, a concentração do gel é um pouco maior. O tratamento dura em média 3 semanas, mas você notará o clareamento já nos primeiros dias. Apesar de ser “caseiro”, você ainda deverá nos visitar semanalmente, para supervisionarmos todo o processo.

Não esqueça de fazer a higienização bucal, tanto antes quanto depois de usar as moldeiras. Durante o período de tratamento, deve-se evitar alimentos com corantes (p.ex. café, chá, refrigerantes, balas, beterraba, vinho, cigarro…).

Veja as instuções de uso do gel e moldeiras para clare-se evitar alimentos

 O clareamento feito no consultório é mais rápido, na grande maioria das vezes o processo é feito em uma ou duas sessões apenas. Neste caso, usamos um gel bem mais forte, geralmente peróxido de hidrogênio 35% (quase 7 vezes mais forte que o caseiro!!).

Para não lesionar sua gengiva, montamos uma barreira gengival. Toda a placa bacteriana é removida antes do processo. A reação de liberação do oxigênio é catalisada (acelerada) pelo Laser. A velocidade deste tipo de clareamento, então é explicada, pois não há interferência da placa bacteriana nem da saliva, o gel é mais concentrado e a reação química é acelerada pelo Laser. A maior desvantagem deste método é o preço, em média o dobro do tratamento caseiro.

Os dois métodos apresentam como efeito indesejável o aumento da sensibilidade dental. Mas isso ocorre somente durante o tratamento: em torno de 20 dias no caseiro e 24 horas no clareamento a Laser. Os dentes voltam ao normal depois. Para diminuir este sintoma, é indicado o bochecho com Flúor.  Não esqueça: é muito importante que você não ingira alimentos ou bebidas com corantes (café, coca-cola…) durante o tratamento.

Podemos garantir que seus dentes irão clarear… Só não poderemos dizer quanto. Isso varia muito de dente pra dente, e claro, de paciente para paciente. Mas tiramos fotos no início e no final do clareamento, para você comparar. Para clarear os dentes, é necessário que não haja cárie nem doença periodontal, e que você tenha mais que 15 anos. O clareamento não afeta a estrutura do esmalte dental, portanto, não danifica os dentes. Evita-se realizar o procedimento em gestantes e lactantes. A permanência dos seus dentes claros, vai depender muito da sua alimentação. Em geral, uma manutenção pode ser necessária a cada um ou dois anos.

Clarear os dentes é um procedimento odontológico e deve ser feito sempre sob supervisão profissional. Não arrisque a saúde dos seus dentes e gengiva utilizando “kits” vendidos em qualquer mercado: isso pode desgastar o esmalte dos dentes e até causar queimaduras em sua gengiva.

Veja alguns Casos Clínicos de clientes que realizaram clareamento dental na Allegro Saúde Oral. Lembrando que as imagens são para mostrar possibilidades de tratamento, e não garantia de resultados. Cada caso deve ser avaliado individualmente.

 

Perguntas mais frequentes sobre clareamento dental

Meus dentes podem ser clareados?

Sim. Qualquer pessoa pode ter seus dentes clareados, desde que eles estejam íntegros, sem muitas restaurações.

Como funciona o clareamento dental?

As moléculas dos géis oxidantes (liberadores de oxigênio) penetram na intimidade do esmalte e da dentina, liberando oxigênio que, por sua vez, “quebra” as moléculas dos pigmentos causadores das manchas.

Como posso clarear meus dentes?

Os dentes podem ser clareados através de géis ou produtos oxidantes (liberadores de oxigênio) de duas maneiras: 1. No consultório: o dentista isola os dentes (com um lençol de borracha) para proteger a gengiva e aplica um agente oxidante forte. 2. Em casa (doméstico): o paciente, sob a orientação do dentista, leva um gel oxidante fraco, para usar diariamente em casa.

Posso fazer sozinho ou preciso ir ao dentista?

Não se recomenda clarear os dentes sem orientação profissional. Seja no consultório, seja em casa, sempre deve haver monitoramento do dentista.

Os produtos usados no clareamento são seguros à saúde geral?

Sim. Como outros produtos e medicamentos usados na Medicina e Odontologia, se usados corretamente conforme orientação, os produtos usados no clareamento não promovem nenhum prejuízo à saúde geral.

A mídia divulgou que o clareamento doméstico poderia potencializar o aparecimento do câncer. É verdade?

Essa informação não tem fundamento. Tanto que a FDA (Food and Drug Administration) e a ADA (American Dental Association) aprovam o uso de peróxidos em cremes dentais, que são usados indiscriminadamente pela população Essas entidades também não desaprovam o uso de clareadores dentais, desde que supervisionado por dentistas.

Clareamento  causa hipersensibilidade dental?

Durante o tratamento, os dentes podem ficar mais sensíveis. Existem métodos e produtos para minimizar este aumento na sensibilidade dentinária, mas via de regra, esse sintoma é um efeito colateral do clareamento. No clareamento caseiro (home bleaching), o aumento da sensibilidade é menor, mas dura praticamente todo o tratamento. No clareamento em consultório, o aumento da sensibilidade é bem maior, mas dura no máximo 24 horas após a sessão de clareamento. As novas tecnologias em géis clareadores diminuíram, e até eliminaram a sensibilidade durante o tratamento clareador. Porém, os custos desses produtos também são maiores.

A sensibilidade durante o tratamento clareador varia caso a caso, ou seja, algumas pessoas são mais suscetíveis que outras. Vale lembrar que, após o tratamento, a sensibilidade dos dentes volta ao normal.

Eles provocam danos à gengiva?

Não, desde que o paciente faça tratamento supervisionado e não use produtos vendidos pela tv ou em supermercados. O dentista confecciona uma moldeira individualizada que cobrirá somente a superfície dental, evitando, assim, que o agente clareador tenha contato direto e contínuo com a gengiva. Qualquer lesão e sensibilidade devem ser imediatamente comunicadas ao dentista.

O dente clareado fica enfraquecido?

Não. A estrutura dental não é afetada.

O clareamento altera as restaurações já existentes?

Não. Mas o paciente precisa saber que talvez tenha de trocar ou retocar as restaurações antigas: uma vez que as restaurações não sofrem ação dos clareadores, parecerão mais escuras frente aos dentes clareados, causando desarmonia estética.

Posso fazer clareamento em qualquer idade?

Sim. Não há contra-indicação específica quanto à idade. A partir dos 15 anos, é aceitável.

Durante o clareamento, o que não devo fazer?

1. Fumar durante o tratamento. 2. Tomar café, chá, Coca-Cola, vinho tinto, ou qualquer outro corante em excesso. 3.Faltar aos controles marcados pelo dentista. 4.Emprestar o produto para outras pessoas. 5.Deixar de seguir à risca as orientações do dentista. 6.Deixar de informar sobre possíveis efeitos adversos.

Quanto tempo dura o tratamento doméstico?

Dura de 2 a 3 semanas, usando-se durante todos os dias por pelo menos 6 horas ao dia. Pode haver variações a depender do grau de escurecimento e de quanto se deseja clarear.

O dente clareado pode escurecer novamente?

Sim. Mas nunca como era antes. Após 1 a 2 anos, pode haver a necessidade de uma manutenção, que é feita em 2 ou 3 noites.

Deixe uma resposta